Saga de um solitário trovador - Parte VI

E eu não disse que teríamos mais partes? Esse é mais um pedaço da história do eu-lírico trovador. Acompanhem...

Saga de um solitário trovador - Parte VI

Como poderia ele imaginar
Que para outra amiga iria olhar
Amizade verdadeira e antiga
Todavia, ela era apenas sua amiga!

De repente, o papo fluente
Com ele, de um modo diferente
Passou a, cada vez mais, rarear
Ele começou a se fechar

Por medo de que a amiga
De amizade mui antiga
Pudesse um dia lhe ignorar
Pudesse um dia lhe machucar

Como poderia ele lhe falar?
Como conseguiria não se machucar?
Conseguir algo que então quis...
Can you give me a kiss?

Quando estaria preparado
Um coração apaixonado
Para uma amiga mostrar
Todo o seu amar?

Talvez, nenhuma exista
Nem em, de dança, uma pista
Ficaria apenas o trovador
Solitário com seu amor

E talvez aquela que era seu colírio
Tenha sido apenas um delírio
Tornou a ser apenas amiga
Aquela de amizade mui antiga

O que acharam? Comentem!

3 comentários:

Patrícia disse... / 19 de julho de 2010 12:50  

=D ownt... mt lindoo!

*-* esperando os próximosss!! nhoo...

bju maninhu

Deborah disse... / 19 de julho de 2010 19:26  

Parabéns, muito lindo jao! Beijos :*

Mateus Spessotto disse... / 19 de julho de 2010 19:34  

Muito massa cara; mas como os outros da saga, triste :/ Mas muito legal :D