Escrevendo na Areia

Bom, o poema de hoje eu fiz em homenagem a uma pessoa que eu amo muito, que sempre me apoiou quando eu mais precisei e que sempre poderá contar comigo. Espero que gostem :D Depois é só comentar!


Escrevendo na Areia

Tantos nomes já escrevi
Com um graveto a beira do mar
Mas de todos eu já esqueci
Porque a onda veio apagar

Mas o seu nome eu esculpi
Onde o mar não pode alcançar
Olhando para ele eu senti
Que eu não deixaria o tempo levar

E cada dia que passa
Eu escrevo ele mais forte
E a essa pessoa mais meu corpo se enlaça

Lindo nome que desenhei tão longe da beira
Me mostra como é grande a minha sorte
De ter em meu peito escrito: Isabella Pereira!

Comentem aí o que acharam ^^

2 comentários:

João Alcim disse... / 3 de junho de 2010 10:35  

Ô louco! Mat fez um soneto dessa vez. ^^ Parabéns, Mat. ^^

Bella disse... / 3 de junho de 2010 17:20  

aah amoor, esse fooi um dos maaaaaaaais lindos !
te amoo ♥