Saga de um solitário trovador - Parte II

Bom... Essa é a segunda parte da saga. Espero que gostem, sem mais delongas, vamos a ela:

Saga de um solitário trovador - Parte II

Foi numa festa interessante
Do típico jantar dançante
Presente estava o solitário trovador
Sem a sua costumeira dor

E foi na pista, pisando num vestido
Fato esse que não o deixaria arrependido
Conheceu uma garota mui harmoniosa
Garota essa com nome de pedra preciosa

Do sorriso cativante
Uma voz hipnotizante
Com traços que lhe davam bela feição
Tão bela que balançou um coração

Qual fada a voar
Puseram-se a dançar
E mais tarde conversando
Foram logo se amigando

Quando um sorriso se fez
Tocando de leve sua tez
A festa se findou
E o solitário trovador se decepcionou

Todavia, o destino
Em um breve desatino
Reservou-lhe uma surpresa
Uma alegria de sabor cereja

E ali mesmo aconteceu
Foi ali que ocorreu
Na noite mui interessante
Noite de jantar dançante

Ganhou seu primeiro beijo
Talvez por isso tão comedido desejo
E ele nunca havia sentido tanta felicidade
Foi difícil até de crer que era verdade

E à menina de nome de pedra preciosa
Aquela de voz muito harmoniosa
O solitário trovador tem de encontrar
Para um homem feliz novamente se tornar

O que acharam?

1 comentários:

Mateus Spessotto disse... / 2 de março de 2010 15:39  

muito massa cara
tá ficando bem legal essa saga
continua assim ;D