Saga de um solitário trovador - Parte IX

Opa! Mais uma parte da saga! Espero que curtam. E tenho uma surpresa! Sábado próximo, Lari Maciel volta a postar no blog!

Saga de um solitário trovador - Parte IX

Longe tanto tempo dos amigos velhos
Sem tocar, há tempos, na pena
Mas volta sob de terror escaravelho
Ao ver tão desprezível cena

Com sua dor acostumado
Estava pois o trovador
Mas de tanto carregar tal fardo
Desaparece tão falada dor

Mas ao ver a garota amada
Em tão sublime momento
Por outro garoto beijada
Aquilo inunda-lhe o pensamento

E voltou-lhe o fardo tão pesado
Ao mesmo tempo, misturam-se dor e raiva
Sentindo-se traído e humilado
Quis usar o arco e as flechas da aljava

Parecia um titã caído
Um titã em busca de vingança
Um príncipe traído
Um pescador querendo a bonança

Ficam só, trovador e poesia
E seu amor quase morto
Ah! Termino isso outro dia...

O que acharam? Comentem!

1 comentários:

Mateus Spessotto disse... / 19 de agosto de 2010 12:22  

Fico muito massa cara, curti muito o final xD