Desejo Apaixonado

Como é bom gostar de alguém que gosta de você, não é? É sobre isso que vai dizer o poema de hoje, o eu-lírico nos conta sobre seus momentos com sua amada. Bom, espero que gostem ;D


Desejo Apaixonado

A batida no meu peito
Parece meio irregular
Se não te tenho no meu leito
Para eu poder te abraçar
E o abraço é tão forte
Que os corações batem como um só
Você se torna o meu suporte
Sem ti me tornaria apenas pó
Pentear o seu cabelo
Usando os dedos da minha mão
Fazer do carinho um apelo
De fazer bater meu coração
Ver você se aninhar
Por entre meus braços tão carentes
Sentir sua cabeça em mim encostar
Ver acender o amor dos corações presentes
Os seus beijos incansáveis
Fazem-me delirar num sonho lindo
E os carinhos, estes tão incontáveis
Fazem-me sentir por ti bem vindo
Até que chega a hora de um último beijo
Que parece tão impossível de ser dado
Receber o próximo é o que mais almejo
Pobre desejo de um homem apaixonado

O que acharam? Comentem ^^

3 comentários:

João Alcim disse... / 22 de abril de 2010 14:53  

Mat safatchenhow! "Se não te tenho no meu leito" Seeeeeeeei... XD
Brinks, Mat. Belo poema, curti.

Mateus Spessotto disse... / 22 de abril de 2010 15:12  

HSAUHSAUASUHUSAHSAU
Pô cara, assim voce me quebra ;x
hsauhsauhasusah
valeu ^^

Bella disse... / 22 de abril de 2010 16:04  

fiicoo mtooo liindo !!!!!!!!!