Confissão

Boa noite.
Minhas sinceras desculpas caros leitores por estar postando tão tarde. O problema é que as minhas aulas começaram e eu passei 14 horas longe de casa. Bom, aqui vai um poema antigo e que eu escrevi faz um tempo... Ele é meio religioso, mas espero que gostem.

Confissão

Um pecador arrependido
Sempre bem recebido
Nunca será humilhado
E será sempre perdoado

Não importa falta cometida
Se, de fato, arrependida
Em confissão bem realizada
Toda maldade há de ser curada

E não importa qual o sentimento
Se, em verdade, houver arrependimento
E de todo será perdoado
Sairá de lá sem nenhum pecado.

Comentem! õ/

1 comentários:

Mateus Spessotto disse... / 8 de fevereiro de 2010 16:57  

Um pouco diferente dos outros, mas ainda muito massa cara, cada vez melhor ;D
Parabéns