Carta de Amor

Faaala pessoal, tudo certo com vocês? Como passaram a semana? Bom, o post de hoje se fiderencia um poco dos outros porque além de ser um poema, é também uma carta... Enfim, é só comentarem depois, espero que gostem :D


Carta de Amor

A saudade no meu peito
Está queimando como brasa
Se não tenho você junto ao meu leito
Encolho-me tristonho, sua falta me arrasa
Sem ter seu colo para deitar
Sinto-me carente, tão só
Não tendo você para abraçar
Pareço estar largado, coberto de pó
Eu não posos mais aguentar
Esperando você enfim chegar
Meu coração precisa de um motivo pra bater
Meus olhos não conseguem abrir se não for para te ver
Então tente vir o mais depressa possível
Não quero mais sofrer longe de você
Porque quando estou contigo, fico tão incrível
A coisa mais maravilhosa que eu possa ter
Começo então a dar o meu adeus
Deixando no peito uma grande dor
Porque meus pensamentos sempre serão seus

P.S.: Eu te amo meu amor


E então, o que acharam? Comentem! o/

4 comentários:

João Alcim disse... / 4 de fevereiro de 2010 14:03  

Está ficando meio repetitivo, mas continuo pagando pau pros seus poemas, Mat. Aliás, esse no estilo carta ficou perfeito. Continue assim.

Mateus Spessotto disse... / 4 de fevereiro de 2010 14:05  

Hum, valeu pela critica cara, tentarei consertar... E valeu pelo elogio ;D

João Alcim disse... / 5 de fevereiro de 2010 05:04  

Não! Repetitivo é o fato de eu dizer que paguei pau pro seu poema, cara!

Mateus Spessotto disse... / 8 de fevereiro de 2010 16:48  

Ahhh tah :D
HASUHASUHASU
valeu ^^